28 de set de 2012

Minecraft

Minecraft é um sandbox indie desenvolvido por Markus Persson, mais conhecido como Notch. Minecraft é a prova de que apenas a liberdade de ações e a criatividade podem fazer um jogo sem enredo, explicação ou complexidade se tornar algo muito bom. Minecraft não tem enredo. Você é um boneco quadrado ▬ (Steve?) ▬ que aparece em um mundo gerado aleatóriamente. Você não tem nenhum tipo de arma ou material. Só a sua mão que serve para atacar inimigos com golpes fracos e dar socos em blocos.
Antes de tudo. Você é obrigado a coletar materiais necessários. Como madeira em árvores para fazer...bem...quase todos os items do jogo. E de ferramentas para cavar e usar uma caverna como sua casa temporária. Os mundos do Minecraft são gerados aleatóriamente em seções de 16x16x256 chamados chunks. Que criam mais objetos e blocos que se interligam com os outros chunks e vão formando um infinito mapa para você explorar. Minecraft tem um sistema de noite e dia que dura cerca de 20 minutos. À noite monstros como Zumbis, Aranhas e o temido Creeper spawnam e sempre que te virem, irão tentar te atacar. O objetivo do Minecraft antigamente era inexistente. Mas nas atualizações atuais o maior deles é derrotar o único boss do jogo, mas isso custará muito trabalho e mineração, desde pedra até diamante e obsidiana. Isso tudo parece empolgante ou não. Mas a criação de items que é muito importante é bastante lógica quando se está em uma Crafting Table. Mas o jogo não te dá nenhuma informação sobre como fazer items mais complexos. O que leva o jogador a ter que procurar na internet ou ficar tentando várias vezes. O jogo foi portado para o XBOX 360 com um sistema de criação mais fácil, que mostra todos os items que você pode criar com determinado material. Minecraft conta com três modos; Survival, que é o modo principal. No qual você deve coletar recursos, fazer uma casa e ferramentas. Ter uma barra de vida, uma de experiência e uma barra de fome. Criativo, no qual você tem direito a escolher todos os blocos existentes no jogo de forma infinita. Podendo voar e tendo vida infinita. Que no caso é muito utilizado por jogadores para fazerem as famosas Pixel Arts, ou construções enormes e complexas. E o modo Hardcore que como o nome diz, é difícil, ele é uma versão mais difícil do Survival, no qual os monstros são mais fortes, e se você morrer, seu mundo é deletado pra sempre. Além de mudança de dificuldade e um modo Multiplayer que talvez seja um pouco irritante para planejar. Pois é necessário configurar muitas coisas, passar IP's e ainda ver se a conexão está boa, sendo assim meio difícil de ser aproveitado completamente.OIs gráficos do Minecraft tem um estilo 64 bits, e são muito quadrados e simples. Mas conseguem montar um cenário bonito. Os personagens e mobs também são nesse estilo. Já a música do jogo é algo que não merece muita atenção, composta por um DJ, ela não é ruim, mas é possível jogar sem ela. Já os efeitos sonoros são memoráveis.

RESUMO

Minecraft é um jogo aproveitável. Com um gameplay criativo e vários elementos legais, ele pode ser um jogo infinito para alguns. Mas infelizmente alguns bugs em geração de mapas, spawn e o modo Multiplayer complicado de ser utilizado deixam o jogo um pouco mais fraco.

Gráficos
São quadrados mas memoráveis. Tem uma cara de jogo 64 bits.

Jogabilidade
É um sandbox muito bom cujo nele posso construir quase tudo que eu quiser

Sons
A música não fede e nem cheira. Assim como os efeitos sonoros.

Diversão
É algo que rende vários dias de jogo em todo seu potencial

Final

Nenhum comentário:

Postar um comentário